Loading...
Prosas

A vizinha Santo Tomé

“Ola, que tal?”
Encontrei a primeira vantagem de morar em São Borja. A vizinha Santo Tomé de Corrientes da Republica Argentina. Sim. Porque existe outros Santo Tomés. Mas a da Província de Corrientes, Província pra eles é mais ou mesmo como os estados pra gente, é do outro lado do Rio Uruguai, que passa aqui na esquina de casa.
Enfim, a gente já tinha ido lá, logo numa das primeiras vezes que viemos conhecer São Borja. Tínhamos achado a cidade feia, pobre e sem nenhum atrativo exceto o cassino. Mas ontem fizemos uma excursão pelos mercados.
O peso está valendo 0,57 centavos, ou seja Um real equivale a 0,57 centavos de pesos. Existem coisas que são muito mais baratas do que aqui no Brasil. Compramos uma carne “muy guapa”, mas que não sei de que corte é, pela metade do preço que normalmente pagamos aqui.
Vinhos bons pela bagatela de 6 reais. Alvajores, que Meu Deus são um pecado de tão bons, por menos de um real. Doce de leite, biscoitos… Uma tentação pra qualquer regime. “Amarula” por 30 reais. Tá. Eu sei que muita gente vai pra Rivera trazer essas coisas maravilhosas… Mas eu não preciso viajar… é só atravessar a ponte. Da porta da minha casa até o primeiro mercado são 15 minutos de carro. Se eu estivesse em Porto Alegre era como ir até o Barba ou, se fosse no Rio, ir até o quartel do Paulo.
Mas o que mais me chamou a atenção foi a diferença de preço nos produtos de higiene. Marcas conhecidas como Gillete, Nívea, Dove, Seda… Todas elas muito mais baratas que aqui. Um exemplo: desodorante, aerosol, nívea, pele sensível e que não deixa aquelas manchas brancas: 8,50 pesos. Em reais isso dá 4,76. As vezes nem os de roll on a gente compra por esse preço. Cremes anti rugas (não que eu esteja precisando), espumas de barbear, pasta de dentes, enxaguantes bucais, hidrantes… Tudo por quase a metade do preço daqui…
Fiquei pensando: Será que os argentinos são mais limpinhos que nós brasileiros? Sim, porque pro preço ser tão mais barato eles devem usar em grande quantidade… Ou o contrário… Eles são mais sujinhos e tudo é tão baratinho pra incentivar os hábitos de higiene neles…
De qualquer forma foi um prazer descobrir que na vizinha Santo Tomé é bom fazer compras, as coisas são baratas e sempre rende muitas risadas na hora das conversa com os “hermanos”.
De qualquer forma ainda temos que descobrir os prazeres do Cassino. Numa próxima visita a cidade vizinha eu conto pra vocês…

Você também pode gostar...

One comment
  1. Sempre Maraaa

    Humm, quero ter o prazer de conhecer esses Cassinos também!! Viva Santa Tome..porque em Córdoba, nem tudo é tão barato…mas acho que as coisas são tão baratas pelo lado de não serem tão limpinhos…huahua…é verdade. Vejam: um belo dia no comedor da universidade, uma argentina pergunta para uma mexicana: Pq seus dentes são tão brancos, vc fez clareamento?
    mexicana: não eu escovo sempre e uso fio de dental.
    Argentina: Sempre depois das refeiçoes(espantadíssima)!!!!
    E como se usa fio dental??

    Socorro…eu não queria ser dentista aqui…eles nao cuidam da boca e do resto.

    Bom…Viva Santo Tome

    Hola que tal, hermanos…me gusta muchisimo los alfajores, tambien!!!yo quiero!!!

    Lu, te quieo muchisimo tambien…mi amiga cariña!!!!

    besosss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *