Loading...
Causos

Sonhos

Ela encontrou uma calcinha rosa, de renda, fio dental e um corpete preto com detalhes azuis no meio das roupas deles. Perguntou o que significavam aquilo. Ele como sempre desconversou. Saiu andando pela casa e resmungando que ela era muito ciumenta e lá vinha mais uma vez com suas acusações e insinuações.
Não dava mais pra aguentar aquele tipo de coisa. Qualquer pergunta que ela fazia era sempre a mesma resposta. Era muito difícil pra ele simplesmente responder. Falar a verdade ou só falar. Não conseguia. Ele sempre tinha que fazer o discurso habitual.
Ele voltou pro quarto e perguntou se ela não queria ir pra sala. Ela disse não. Iria embora. Não aguentava mais aquilo. Nunca mais queria vê-lo. Agora era realmente o fim. Estava cansada dos discursos, mais do que das mentiras.
Ele disse que não era nada. Tinham recolhido na campanha do agasalho e ele só pegou pra sacanear os colegas. Pediu desculpas pelos discursos. Mesmo assim ela saiu. Precisava de um tempo sozinha. Saiu do prédio e não entendeu o que aconteceu.
Quando raciocinou estava na frente de seu ex. Conversando. Não era qualquer ex. Era aquele que ela nunca mais queria ver em sua frente. Aquele que era tão ciumento, que via coisas onde não existiam. Como ela estava ali?
Ficaram conversando, saíram juntos. Ficaram juntos de novo. Ele confessou que nunca tinha a esquecido e que desde que romperam não houve ninguém sério. Jurou que havia mudado e aprendeu muito com o chute dela.
Mas algo estava errado. Aquela não era a vida dela. Voltar com ele? Como pode. Acabar com o amor da sua vida? Dizer pro outro que ele não significava nada. Não podia ser. Pensava tudo isso enquanto beijava o ex, agora atual namorado.
As coisas estavam esquentando entre eles. Deitados na cama, ela ouvindo as juras de amor dele, ele veio pra cima. Ela deu um pulo. Olhou pros lados. Seu namorado dormindo ali. Percebeu que estava suando frio, saiu da cama, lavou o rosto e tomou um pouco de água. “ Só um sonho… Um sonho não um pesadelo”…

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *