Loading...
Novidades

Amar só se ama uma vez…

Foi um parto complicado. Sem duvida. Entre o tempo da gestão, dos exames, do trabalho de parto até o momento de parir são mais ou menos seis anos. Nem sei se existe algum animal sob a face da terra que demore tanto tempo assim para dar a luz. Mas assim foi com meu primogênito. Obviamente não estou falando de uma criança, mas sim do meu primeiro livro publicado “Amar só se ama uma vez…”. É. Livro meu. Só meu. Não uma antologia (não menosprezando os concursos de que participei e ganhei) ou qualquer outra publicação.
“Amar só se ama uma vez…” surgiu na minha cabeça em 2004. A principio era uma série de histórias, com várias personagens, algumas reais e outras imaginárias vivenciando coisas corriqueiras do dia – a – dia. Quando começou a ser escrito de fato todas as personagens se juntaram em torno de uma só: Suzana. E Suzana foi escolhida, criada, editada e reformulada em minha vida, tomando cada vez mais a forma que ela tem hoje: madura.
Assim, Suzana, suas amigas e seus amores iam me encantando e encantando quem a conhecia.  Não era para virar um livro, era talvez um conto ou vários contos que eu mostrava apenas para amigas e pessoas que eu achava que poderiam se interessar. Mas as pessoas gostavam, liam e pediam mais. Me incentivavam a mostrar para outras pessoas. A publicar. 
Na minha mais humilde modéstia, não achava que era bom, que valia a pena. Mas para perder o medo, a vergonha e o receio, o ano retrasado, quando “Amar só se ama uma vez…” já estava pronto, revisado e editado, parti para o blog. Esse aqui mesmo. Comecei a participar de concursos e a coisa foi tomando forma. Fui vendo que era boa e que tinha que arriscar.
O problema ai se tornou outro: uma editora. Mandei para várias, mas algumas nem me retornaram. Aqui no Brasil, autores novos,  encontram muita dificuldade de publicarem seus livros. Ou não conseguem editoras ou conseguem editoras pagas. Ou seja, eles mesmos pagam para publicarem seus livros.
Assim eu descobri o Clube dos Autores. Depois disso me lancei numa jornada por uma capa. Aí veio a parceria com a Amanda Porterolla, ex colega dos tempos do IPA e que tem um talento incrível tanto para a escrita quanto para charges. Pode conferir o trabalho dela no Asterisco, vai lá que vale a pena.
Mas eu ainda queria uma orelha escrita por alguém que eu admirasse como profissional. E aí veio a Claudia Tajes, com uma forma super sensível e simples de dizer o que eu escrevia.
Todas essas parecerias feitas, costuradas e tramadas está aí, pronto para ir para suas mãos, meu primeiro livro “Amar só se ama uma vez…
De todo o coração, com todo o meu amor para aquelas pessoas que tem muito haver com toda essa história. Que me apoiaram, me incentivaram torceram por mim e acreditaram. Não quero esquecer de ninguém mas preciso agradecer de forma especial a algumas pessoas:
Minha mamãe, amada, querida, divertida e incrível que, apesar de não valer, é minha fã incondicional e acha tudo que faço maravilhoso!
A Tati e a Graci por darem mais vida, com suas histórias incríveis, a Suzana!
A Carlinha que sempre foi minha fã número um, que é uma amiga fabulosa e que não deixa de ler uma linha das bobagens que escrevo!
A Vanessa e Ina Correia e a ex prof Ana Paula  pela revisão, o carinho e incentivo!
A Amandinha pela capa maravilhosa, a paciência, a edição de orelhas e por ajudar a dar vida a Suzana!
A Claudia Tajes pela receptividade, o carinho e a descrição fantástica do meu ofício!
As tias: Marta, Glória e Verinha pelos elogios e incentivos!

Ao Carlos Ismael e Carlos Tiburski pela diagramação, a boa vontade e camaradagem de sempre!

E as personagens reais e imaginárias que dão mais cor a minha vida e as minhas histórias!
Muito obrigada a todos, mesmo os que eu não nomeie e que sabem que são especiais demais nessa caminhada!
E agora é só aproveitar e degustar : “Amar só se ama uma vez…

Você também pode gostar...

4 comments
  1. Luísa Aranha

    Coloco aqui alguns comentários que recebi por mail, para ficar registrado:

    Em 26/07/2010 12:05, marta luiza de aranha haupt escreveu:
    > PARABENS!!!!!!!!!!!!!Luisa querida, estou muito orgulhosa de ter uma sobrinha escritora, e tenho certeza este será o primeiro de muitos.
    > Como posso conseguir um?
    > muitos bjs da tia Marta

    Em 19/07/2010 07:34, Vera Diehl escreveu:
    > Luisa querida,
    > Obrigada pela homenagem: fico mto orgulhosa da minha sobrinha escritora. Parabéns pela conquista !!! Eu sempre acreditei … Adorei a capa do livro e, com certeza, vou comprá-lo … Um grande & carinhoso beijo & bjs tb para Paulo e Duda. VALEU GURIAZINHA TALENTOSA !!! É um que nos dás !!!
    >

  2. Rafael Junckes

    Lú! Escrevendo aquela matéria sobre mercado editorial fui pesquisar um pouco mais sobre você/seu livro HAHA pois é! Acabei de ler seu relato sobre o nascimento da primeira (e amada) obra!
    Parabéns menina! Você vai longe! Bem mais longe do que já está! E é um ótimo caminho, cheio de realizações pessoais, profissionais e o que existir no meio disso tudo!
    Amigo (ou só colega? Olha lá, em?! hehe) de pouco tempo, sou muito feliz por ter descoberto essa personalidade inusitada (ou você que me descobriu?) que é Luísa Aranha.
    Quando a gente se reuni pra analisar fatos alheios daí os outros precisam sair de perto! A coisa pega fogo. Porque nós somos dessas! HAHA

    Abraços queridos de um amigo que admira o trabalho de uma merecedora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *