Loading...
Novidades

Brincando de fazer notícia

Na aula de Comunicação Digital, meu professor, Marco Bonito fez um desafio: escrever uma matéria de algo que estivesse acontecendo em 2050. Viajei legal. Mas o resultado foi bom. Na hora das leituras éramos classificados entre apocalípticos, integrados ou neutros. Ok. esse papo acabou teórico demais. E só quem estudou teorias da comunicação entendeu, mas enfim, fui classificada como neutra, o que achei ótimo, porque realmente não gosto dos apocalípticos porque ficam falando que tudo é do demônio e também não sou adepta dos integrados que acham tudo lindo. (Bah, mas que forma mais tosca de resumir as duas teorias). O que interessa é que gostei da ideia. Confere ai:




Diário Digital

Ciberespaço, 26 de novembro de 2050.
Por Luísa Aranha
               
O Ministério da Cibernética anunciou hoje que concluiu o projeto “Cibercidadão”.  Desde 2035, quando foi iniciado, a população brasileira começou a ser cadastrada.  A estimativa é de que fossem necessários 25 anos para implantar os chips nos 260 milhões de cidadãos. “Levamos 10 anos a menos do que previa o projeto inicial. Isso é uma grande vitória do governo e da população”, declarou o Ministro André Lemos.
                Todo brasileiro agora tem um micro chip implantado na nuca. Através do QR Code é possível obter todos os dados genéticos, registros civis, históricos de saúde, escolares e currículo profissional do cidadão. Assim como sua ficha policial.  Sua localização também é facilitada em qualquer parte do planeta através do GPS e da conexão wi – fi em qualquer lugar.
                Desde que foi implementado o projeto, em 2035, o índice de criminalidade caiu em 95%. “A tendência é que agora, com a 100% da população on line esse índice se reduza para 0,01%”, afirmou o André Lemos.
                O projeto que teve início nas maternidades, delegacias e centros de detenção atingiu as zonas mais afastadas dos centros urbanos em cinco anos. “Nossa maior dificuldade foi convencer as pessoas mais idosas a inserirem seus chips, mas através do trabalhado sensibilizador de nossos agentes atingimos a meta dos 260 milhões de brasileiros em rede”, comemorou o Ministro da Cibernética, André Lemos. O próximo passo do projeto é inserir o sistema de ligações telefônicas através dos chips.


Você também pode gostar...

One comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *