Loading...
Prosas

Quando ninguém entender os meus motivos eu explico

Quando ninguém entender os meus motivos saibam que eu tive muitos. O primeiro deles foi a falta de amor. Eu esperei demais dele. Esperei os contos de fada e eles não aconteceram. Esperei, depois, os amores mais serenos e eles também não aconteceram. Por fim, me contentei com um gostar, como se gosta de sorvete ou de refrigerante. Assim passei pela fase do amor. Sendo gostada e não amada. Mendigando carinhos e atenções. Implorando afetos e demonstrações. Surrupiando sentimentos de folhetins para me sentir melhor. Fechei-me em um mundo que não existia, para amenizar a dor de estar só.. E por fim, acabei vivendo mais de histórias do que das estórias. Quando fui obrigada a abrir os olhos me deparei com a cruel realidade da solidão. E ela pesou, doeu, sangrou e jamais cicatrizou.


Se os amores foram assim, os amigos, talvez, foram piores. Decepções. Sorrisos falsos. Aprendi a me proteger em uma armadura forjada a aço, impenetrável. Não confiava meus segredos a ninguém além de meus amigos imaginários. Não tinha coragem de falar das minhas desilusões. Só dividia alegrias, porque ser infeliz era inacreditável para alguém como eu. Quanto mais tentava mais me afastava de poder chorar em um ombro amigo. Mais me decepcionava com as fofocas, intrigas e maldades do ser humano. Mais perdia. Na busca pela amizade verdadeira me deparei com milhões de derrotas e fracassos. Com muita mentira e desilusão e no fim me restou apenas a solidão.


Mas a vida não é feita de amores e amizades. Existe mais. Mas mais o que? Mais do que? Nada mais me restou. Tudo que vem da harmonia de amores e amigos me faltou. E ao faltar fez com que todo o resto fosse triste e vazio também.


Se não entendem meus motivos. Eu explico. De tantas rasteiras e desilusões pouco me restou. E esse pouco nada tem haver com amor próprio. Nem ele consegui cultivar. Se a vida me foi tão ingrata e severa em termos de sentimentos, como posso ter sentimentos por ela?


Não. Não existe mais possibilidades. Os caminhos levam ao mesmo  fim e esse fim não me interessa. Prefiro que se finde tudo agora do que seguir dessa forma. O que é a vida sem sentimentos? O que é a vida sem amores? O que é a vida sem amigos? Quando ninguém entender os meus motivos eu explico: foi tudo a falta do amor.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *