Loading...
#365DiasdeEscrita

Linha de saída

Em algum lugar, entre o nada da minha existência e o tudo da dor de não te ter, existe um eu que procura uma saída. A saída da tormenta intempestiva de te querer demais. A saída pela culatra dessa história que massacra a minha alma.  A linha de saída que não se mantem reta e que sempre que se aproxima do fim volta ao início de tudo.

Não existe recuo, nem tiro de disparada… Ninguém conta 1,2,3 já para mim. Eu fico ali, esperando que algo aconteça e me faça correr. Sair saída e cruzar a linha de chegada. Mas eu não sei o que haverá lá. Então eu sigo esperando. Mesmo que a dor de te perder me dilacere em cada ponto.

Eu sei. Não existe nada que não possa ser superado. Não existe amor que doa tanto a ponto de matar. Ou existe? Um dia eu vou rir. Um dia eu sairei em disparada dessa história. Um dia… Mas agora, agora estou estagnada, na linha de saída esperando que alguém me empurre.  Do chão eu não vou passar. Já estou lá. Do amor eu vou lembrar. A dor eu irei esquecer. E a vida seguirá em frente. Um dia…

A saída eu sei qual é. Estou ali, parada a sua porta. Esperando parar de sangrar a carne, parar de doer a alma, parar de chorar as migalhas. O seu amor, ou a falta dele, me devastou. Me quebrei em tantos pedaços, que não existe cola que os una novamente. Eu me reconstruo, do jeito que dá, esperando pelo apito inicial, para ouvir o apito final. Os fogos estourando, a champanhe jorrando. Na linha de saída ou visualizo a linha de chegada e eu espero que quando eu ultrapassar, do outro lado, que lá esteja o meu amor próprio.

 ————
O blog Causos & Prosas participa do desafio literário  365 dias de escrita. Este texto é parte integrante do desafio organizado  pela Editora Digital e Consultoria de Marketing para autores Escritor Publicado .
————-

Gostou? Então confere meu último lançamento “Sexo Virtual, Amor Real” na nossa livraria.

Você também pode gostar...

44 comments
  1. Daniele Vieira

    Olá
    Esse mês também estou tentando escrever todos os dias, mas meus escritos estão sendo um pouco diferente, tem algumas coisas de ficção, mas o grosso mesmo é mais reflexões minhas mesmo.
    Seu texto ficou bem intenso, em poças palavras você conseguiu colocar um peso no relato, ficou muito bom

  2. Entre Livros e Amores

    Olá ♥
    Mesmo com poucas palavras o seu texto me tocou, gostei muito da forma na qual você escreve, parabéns! Espero ler mais coisas sua. Beijos e Sucesso!

  3. Joyce

    Adorei o texto, relatando bem a realidade, como sofremos com o fim de um relacionamento todas as emoções são intensificadas, há a necessidade de vivenciar isso, para enfim deixar a vida seguir seu fluxo e em muitas vezes olhar para trás e rir de nossos atos. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    1. Luísa Aranha

      Oi Ana,

      Obrigada! O projeto dos 365 dias de escrita é muito bacana porque além de fazer a gente escrever sempre, ainda trás ótimos temas pra reflexão.

      Bjos

  4. Beta Oliveira

    Quem dera que a gente superasse rápido como nos filmes e seguisse em frente, né? Mas, na vida real, é bem assim: a sensação de estar estagnado em algo, em saber como deixar para trás. Até que o tempo coloque tudo em seu lugar.
    Gostei do texto, quem passou por isso reconhece a verdade nas linhas e entrelinhas.
    Abraços!

  5. Erika Monteiro

    Oie, tudo bem? Que projeto mais interessante, realmente é um desafio escrever todos os dias. Ainda não conhecia, mas gostei muito da proposta. Seu texto ficou bem escrito, gostei da escolha das palavras. Ansiosa pelos próximos. Beijos, Érika ^^

  6. Thayenne

    Olá,

    Acho que nunca me apaixonei ao ponto de me ver despedaçada. Triste, já. Mas, não assim como você descreveu em seu texto. É difícil sentir o que você quer passar com suas palavras, senti empatia pela pessoa que tanto sofreu, mas não tenho noção de como isso a afetou realmente.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    1. Luísa Aranha

      Thayaenne,

      Se você sentiu empatia já sentiu algo. A intenção de qualquer texto é despertar sentimentos… e cada um interpreta da forma como melhor se encaixa em sua vida!

      Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *