Loading...
Prosas

Não importa

Não importa a cor do meu cabelo, dos meus olhos ou da minha pele. Não importa se sou alta ou baixa. Gorda ou magra. Branca ou negra. Flamengo ou fluminense. Não importa se gosto de meninos ou meninas. Não importa de onde eu vim, para onde eu vou. Só importa onde estou.

Não importa se acredito em Cristo, Deus ou energia. Se leio o horoscopo todos os dias ou acho babaquice. Não importa se acredito em amor a primeira vista, se durmo com alguém no primeiro encontro ou se mantenho a minha virgindade intacta. Não importa se defendo o aborto, a vida, a legalização das drogas ou a criminalização.  Não importa se acredito na maioridade criminal.

Não importa se uso vestidos ou calças. Se meu cabelo é curto ou cumprido. Não importa se uso maquiagem ou cara lavada. Também não importa se nos pés são saltos ou tênis. Não importa as escolhas que eu faça, os caminhos que siga, as coisas que deixo para trás. Não importa se isso importa para você.

Não importa se sou casada, tenho filhos, mãe solteira ou não penso em ter crianças. Não importa se me relaciono com pessoas de outro sexo, do mesmo sexo, se me apaixono a todo instante ou se amo eternamente. Não importa se crio expectativas demais ou se espero de menos dos outros. Não importa se estou solteira. Só importa se estou feliz.

A gente se importa demais com a vida dos outros, o jeito do outro, a opinião dos outros. A gente se importa demais com o que não está ao nosso controle, com o que foge de nossos olhos e se esquece de se importar com a única coisa que realmente importa: a gente mesmo.

 ————

Sabemos que a batalha contra o preconceito é árdua e que alguns textos podem te chocar ou mesmo fazer com que você se identifique. Tudo bem se isso acontecer. Não se preocupe! Isso não significa que você seja uma pessoa ruim. Significa apenas que você, assim como tantos outros, precisa mudar.

 Conheça Isso também é preconceito!, antologia de contos,  na livraria do blog!

Você também pode gostar...

13 comments
  1. Danusia Santos de Paula

    Grande verdade seu texto, deveríamos nos importar mais com nosso espírito, em querer o bem e ser feliz. Por isso existe tanta gente com depressão e infeliz no mundo, a carga que levam com as preocupações dos achismos dos outros a impedem de ver as cores da vida. Parabéns pelo texto

  2. Joanice Oliveira

    Oi lindona,

    Seu texto caiu como uma luva para uns problemas que ando tendo na faculdade…na maioria são coisas que estão além do meu controle e tem afetado meu bem estar.
    Obrigada por me lembrar que quem importar mesmo nisso tudo…sou eu.

    Beijos!

  3. Jennifer Silva

    Concordo plenamente! É tão incômodo o modo como as pessoas julgam tudo que é diferente ou que está fora dos padrões da sociedade. Não precisamos estar dentro desses padrões e a opinião dos outros não importa se você se sente feliz com você mesma. Adorei o texto e fiquei curiosa em ler o seu livro “Isso também é preconceito”. Bjss!

  4. Beta Oliveira

    Condiz bem com uma das minhas máximas: “mal tenho tempo de cuidar da MINHA vida, pra quê vou vigiar a dos outros, pelamordeDeus!”. Se cada um se satisfizesse em lidar com as próprias alegrias e tristezas, não teria tanto interesse no cotidiano alheio. Belo texto!

  5. Kamila Villarreal

    Olá!

    Precisamos de textos assim como o seu, um verdadeiro tapa na cara de quem se importa com opiniões alheias! Obrigada pelas palavras!

  6. Além de uma prateleira

    Uma super realidade que infelizmente as pessoas não cumpre é falar que não vai se meter na vida das pessoas e no final sempre se metem. O problema não é so se meter e sim ainda se achar no direito que se pode opinar nela e não aceitar a suas escolhas.

    O texto ficou ótimo, e traz a tona uma coisa polêmica de que as pessoas não tem mais o direito de fazer as coisas sem que ofenda as outras que pensam e agem diferente delas.

    Beijos

  7. Ana Caroline dos Santos

    Olá, tudo bem? Isso ai! Vivemos num mundo onde a opinião do outro importa mais, o que o outro vai achar essencial e esquecemos de viver a vida como queremos. Tem tempos que abri os olhos para isso, e hoje vivendo da maneira que quero, sem se importa com as opiniões dos outros, vivo mais leve. Adorei o texto, como sempre, e espero que seja uma porta de abertura para várias pessoas.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

  8. Julia

    Olá, tudo bem? Adorei o seu texto, pois sua escrita é muito boa. E isto é a mais pura verdade, devemos nos importar mais com a nossa própria felicidade e menos com a opinião alheia. Parabéns pela postagem. Beijos!

  9. Gaby Marques

    Oláa, tudo bem? Gostei muito do texto! Realmente não deveríamos dar tanta importância a opinião dos outros, ao modo como vivem, se relacionam ou deixam de viver. O que importa é o que fazemos, quem somos e o momento em que vivemos 🙂 E deveríamos nos estressar bem menos com as coisas que não podemos mudar.

    Beijos!

  10. Tatiany Salazar

    Oie.
    Foi um texto muito profundo. Tocou em muitos pontos, mas no principal… Dane-se o que os outros pensam… Infelizmente não acho fácil aplicar isso na minha vida, mas eu tento, tento de verdade. Tem coisas que não dou bola para o que dizem, mas quando mexem em um machucado meu, aí complica, mas vou aprender hahaha.
    Amei.

  11. Mari Ramos

    Belo texto! Realmente, perde-se tempo demais pensando no outro… Mas pensar apenas em nós também não é saudável. A questão é saber limites… Não faça com o outro o que não gostaria que fosse feito contigo e bola para a frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *