Loading...
Causos

Meu par

Eu te escolhi para ser meu par. Não foi ao acaso, por sorte ou por coincidência. Foi uma escolha. Você poderia não aceitar, fugir, correr, sumir, mas resolveu ficar então viramos nós.

Nós que somos, que amamos, que vivemos lado a lado, dividindo as alegrias e tristezas, as conquistas e fracassos ou dilemas. Dividimos as contas, a casa, a cama, as refeições. Até aquele último pedaço de torta de bolacha. Dividimos tudo, ou quase tudo, porque algumas coisas multiplicamos.

Os sorrisos, o amor, a cumplicidade. O carinho e o abraço apertado. Nessa conta, nada é dividido, tudo multiplicado. E a cada novo dia, parece que potencializa essa operação, que nunca teve uma fórmula perfeita, mas que é fácil de entender.

Eu não tenho duvidas que fiz a melhor escolha que poderia ter feito. E quando penso no passado, no antes e em tudo que ficou para trás, sinto saudades. Mas não vontade de voltar lá. Porque o presente é deliciosamente mais imperfeito com todas as coisas do dia a dia, a rotina. Mesmo quando quinta não é dia de pizza.

 ————


 Enquanto vive as últimas 24 horas de sua vida, Maria Rita passei por seu passado e ao buscar o nada ela encontrou tudo.  AVISO DE GATILHO: Violência contra a mulher.

 Conheça Apenas o nada  meu último lançamento concorrendo ao Prêmio Kindle na Amazon !

Você também pode gostar...

9 comments
  1. Raíssa Nantes

    Que lindo texto Luisa. É tão bom quando nos sentimos planos naquilo que sentimos e somos correspondidos. Seu texto imprime isso.

    Raíssa Nantes

  2. Carla

    Oie!
    Que lindo texto!
    Suas palavras sempre me emocionam! Realmente, eu não voltaria para o passado, gosto meu presente, independente do que eu estou vivendo no momento.
    Muito lindo!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *